Simplificando a gestão de fluxo de caixa - ApoioEmpresário
caixa-da-empresa
Controlar Finanças

Simplificando a gestão de fluxo de caixa

Abrir um negócio é mais do que começar um novo empreendimento com o oferecimento de produtos e serviços de qualidade para as pessoas e fomentar a concorrência é, antes de qualquer coisa, criar um plano estratégico e desenvolver uma boa gestão. O empreendedor que se atenta a detalhes imprescindíveis como estes possui maiores chances de sucesso no mercado uma vez que, buscará solidificar as bases de sua empresa para que a mesma se desenvolva e traga o retorno esperado.

Contudo, muitos empreendedores não dão a devida importância à gestão de fluxo de caixa e isso se deve por dois motivos essenciais: não acreditam que seja realmente necessário se ocupar imediatamente e pode “ficar para depois” ou então pelo simples fato de não saber realmente do que se trata.

A princípio palavras como “gestão”, “fluxo”, “planejamento”, “métricas” e “administração” parecem pertencer somente ao vocabulário de grandes executivos, mas na verdade isso é um engano e vou te mostrar que uma boa gestão financeira de negócios não é nenhum “bicho de sete cabeças”. Para tanto, confira nos próximos parágrafos o que é e como se deve trabalhar com o fluxo de caixa de sua empresa.

Torne-se um empreendedor de sucesso!

Cadastre o seu e-mail em nossa lista e receba as novidades primeiro!

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

Fique tranquilo, o seu e-mail estará seguro conosco. Você poderá se retirar da lista a qualquer momento.

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é toda a movimentação financeira que acontece em sua empresa e que permite projetar todas as suas entradas e saídas futuras de recursos e que assim possibilita indicar qual será o saldo de caixa do seu empreendimento.

Em outras palavras, o fluxo é uma forma de controle que auxilia fortemente na tomada de decisões do empreendedor e ainda fornece as informações imprescindíveis de Rentabilidade, Lucratividade e Estrutura Gerencial de Resultados. Dessa forma, é possível medir a saúde financeira de sua empresa por meio de análises de dados estruturados que podem ser obtidos através de planilhas.

Quando se deve começar a fazer o gerenciamento do fluxo de caixa?

Logo que seu negócio literalmente abrir as portas, ou seja, começar a funcionar de fato. Procure anotar tudo que entra e tudo que sai para ter o controle da sua empresa. A gestão de um negócio organizado permite com que você adquira a chamada Educação Financeira e evite possíveis problemas futuros devido à desorganização administrativa.

Aprenda a separar o seu dinheiro da empresa

Para evitar dores de cabeça não confunda e menos ainda misture o seu dinheiro com o da empresa. E, caso não saiba, esse é um erro bastante comum praticado tanto por iniciantes, como por alguns daqueles empreendedores que já estão há algum tempo no mercado.

Se você começa a colocar, tirar ou remanejar um dinheiro para o caixa de sua empresa ou então para as suas despesas pessoais estará a um passo de perder facilmente o controle financeiro do seu negócio. Mantenha cada um em seu devido lugar para não errar.

O que se deve registrar como fluxo de caixa do seu negócio?

Você deve tomar nota de todos os valores, gastos e investimentos que adentraram na sua empresa, como também aqueles que saíram e isso envolve desde a aquisição de equipamentos e materiais, como o pagamento de salários dos seus funcionários. A planilha do fluxo de caixa não precisa ser rígida, ela pode ser flexível. O que importa é que você saiba e tenha o devido controle de tudo que se gasta e ganha no seu negócio.

Como fazer uma planilha de fluxo de caixa

Você pode criar uma planilha simples no Excel do seu computador com duas tabelas semestrais subdivididas em meses. Nela, discrimine o faturamento percebido em cada período, assim como o valor das compras realizadas, o pagamento de impostos e outros encargos, o valor das comissões de vendas realizadas (se for o seu caso) e as despesas mensais de seu negócio.

O formato e a quantidade de informações descritas dependerão do seu modelo de negócio, que poderá ser mais simples ou mais complexo. Por outro lado, existem alguns softwares e plataformas digitais que facilitam esse trabalho. Para isso, você deverá acessar o site dessas empresas, fazer o seu cadastro e escolher o plano que atenda as suas necessidades. Seja qual for a sua escolha, os procedimentos de gestão de fluxo de caixa são bem simples de realizar, além de facilitar o seu dia a dia.

Preocupe-se com a atualização do seu fluxo de caixa

Para que a sua empresa cresça e se destaque é importante que dê atenção à organização e seja disciplinado. A atualização deverá ser constante para que não corra o risco de esquecer os dados importantes e possa planejar as próximas ações do seu negócio com maior segurança e tranquilidade.

Cuidado com o otimismo nas suas previsões

O mercado, por mais que se estude e mantenha um acompanhamento constante é sempre uma caixinha de surpresas. Assim, não se deve alimentar o otimismo nas previsões de entradas e receitas e é importante considerar que imprevistos possam surgir e até ficar sem receber o pagamento de algum cliente.

Seja precavido e acompanhe o seu fluxo de caixa

A todo o momento em seu negócio você deverá analisa-lo em várias perspectivas. Considere a possibilidade de ocorrência de alguns eventos, como é o caso de perder algum cliente ou a possibilidade de atrasos na realização de alguma atividade, ou aquisição de produtos ou serviços.

Quanto mais você acompanhar o desenvolvimento de seu negócio, maiores serão as possibilidades de evitar ou então amenizar os impactos que podem ser causados por acontecimentos não considerados e que acabam te surpreendendo.

Principais vantagens do fluxo de caixa

Entre vários pontos positivos da criação e acompanhamento do fluxo de caixa destacam-se os principais que são os seguintes:

  • Facilidade na elaboração e concretização de planejamentos e projetos;
  • Maior visibilidade dos resultados financeiros de sua empresa;
  • Possibilidade de prever problemas futuros e capacidade de evita-los ou mesmo ameniza-los, para não impactar o seu negócio;
  • Maior visualização das áreas rentáveis e também daquelas que necessitam de mais atenção.

Últimas Considerações

O Fluxo de Caixa nas pequenas empresas é uma importante ferramenta de gestão de negócios. Através dele é mais fácil fazer planejamentos, estabelecer metas e administrar com segurança o seu empreendimento.

Com o total controle da situação financeira da sua empresa em mãos, é possível ter mais facilidade em realizar negociações com os fornecedores e clientes, além de dar mais segurança na hora de fechar um novo negócio.

Vinícius Gregório

Vinícius Gregório

Redator nas horas vagas, empreendedor na área de consultoria de negócios e sistemas de gestão empresarial, acredita que toda empresa pode ser aprimorada através da inovação e melhoria contínua dos processos.